Aba 1

    

Postado em 28 de Agosto de 2018 às 16h28

A escolha dos indivíduos para a sua mobilidade urbana

Segundo a pesquisa Perfil do Ciclista Brasileiro, realizada pela ONG Transporte Ativo, 42,9% da população considera ?rapidez e praticidade? o principal motivo para adotar a magrela como modo de locomoção. Em seguida, vêm saúde (24,2%) e custo (19,6%). A escolha dos indivíduos também passa por fatores como, o que se refere a realizar deslocamentos a pé ou de bicicleta, sofre influência do desenho urbano, do tipo de ocupação do solo e da presença de infra-estrutura adequada ou não, calçadas, ciclovias e estacionamentos seguros para as bicicletas.
Valorizando a via como um espaço público e de acesso democrático, e a mobilidade ativa como forma de coesão social, saúde individual e saúde das cidades, da facilitação de acesso ao uso e à aquisição de bicicletas, como por exemplo bicicletas públicas, de aluguel, e esquemas de financiamento para a aquisição das mesmas.
Conforme pesquisa da Abraciclo, realizada em 2017, o Brasil possui 70 milhões de bicicletas. Para alavancar ainda mais o uso da bicicleta como modal de transporte nas cidades, a pesquisa aponta um item básico: o corte de impostos. A campanha #BicicletaParaTodos defende que as bicicletas sejam mais baratas e acessíveis em todo o Brasil para, assim, a mobilidade urbana ser alavancada por deslocamentos mais sustentáveis.
Já quando se fala nos motivos para não andar de bike, o estudo da ONG, Transporte Ativo, aponta que os principais problemas enfrentados pelos ciclistas são a falta de respeito dos condutores motorizados (34,6%), e de infraestrutura adequada, como ciclovias e bicicletários (26,6%).
Investir no uso de bicicletas não significa abrir mão de outras formas de transporte, mas de integrá-las a esses modais, com impacto positivo para todo o sistema de trânsito. Políticas públicas são necessárias para atender as necessidades dos ciclistas.
Não desista da sua magrela!

Veja também

Avancini fica em terceiro na etapa de Andorra da Copa do Mundo de Mountain Bike08/07/19 Henrique Avancini levou o Brasil pela primeira vez na história ao pódio de uma etapa da Copa do Mundo de cross country olímpico (XCO) de mountain bike. O ciclista brasileiro ficou com a medalha de bronze na prova de disputada neste domingo (07.07), em Vallnord (Andorra). Avancini cruzou a linha de chegada 12 segundos após o suíço Nino Schurter (campeão olímpico......
Pedalar com coragem para enfrentar a vida de modo leve02/01/19 Cada vez mais as bicicletas ganham espaço no mundo todo. Além de ser uma ótima solução para o trânsito, e importantes ferramentas para um mundo sustentável, é uma escolha de vida, que transcende e nos......

Voltar para Notícias